Você sabia que a produção goiana de filmes se destaca no Fica?

    ↳ Clique aqui para fazer o download do áudio 

Fica 2016 imagemLetícia Santana

Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) chega a sua 18ª edição e, sem dúvidas, é uma vitrine das produções goianas e do Estado para o mercado internacional. Neste ano, o evento que será realizado de 23 a 28 de agosto, conta com quatro produções goianas dentre as 22 selecionadas. São elas: Ensaio sobre o fim do mundo, de Jônatas Borges e Samuel Peregrino; Taego Awa de Marcela Borela e Henrique Borela; Leblon Marista de Fabrício Cordeiro e Luciano Evangelista e E o Galo Cantou de Daniel Calil Cançado.

Lisandro Nogueira Foto: Arquivo Pessoal

Lisandro Nogueira
Foto: Arquivo Pessoal

Durante os seis dias de evento, a cidade de Goiás será palco de discussões sobre o meio ambiente e as produções cinematográficas. Para o chefe de gabinete do Oscar Niemeyer e consultor de cinema do Fica, Lisandro Nogueira, o Festival volta a ter um protagonismo internacional. “Se o Fica é local, ele também é forte internacional. Para isso, tem que colocar na Mostra Competitiva bons filmes”. Para ele, as produções goianas estão cada vez melhores, mas o caminho ainda é longo. Lisandro afirma que o Festival é um espaço propício para a discussão dessa melhoria.

Lisandro ressalta que, além da importância do Fica para o crescimento das produções cinematográficas, o Festival também abre espaço para a discussão sobre a sustentabilidade e a produção de alimentos no Cerrado. “Sabemos que tem uma controvérsia grande e que o Centro-Oeste é o celeiro do Brasil, mas isso acarreta problemas ao meio ambiente. O Fica vai entrar nesse vespeiro, nessa discussão delicada. Poucos fóruns tem essa coragem e o Fica vai ter essa coragem”, diz.

Nova discussão
Lisandro Nogueira explica que existem quatro tipos de domínio do cinema. Um é o cinema documentário, que corresponde a 85% da produção que será apresentada no Fica e os outros são o clássico, o experimental e o cine ensaio. Este último é um conceito novo e que será discutido durante o evento. O cine ensaio tem a ver com as tecnologias digitais. “É um tipo de contar histórias usando novos formatos como os smartphones”. A primeira discussão sobre o cine ensaio aconteceu na Unicamp e a segunda será no Fica.

Outro destaque na programação do Festival será sobre o cinema de animação. Lisandro informa que haverá debates e mostras a respeito do assunto. Neste ano, foram selecionados pelos jurados 12 curtas de animação que serão apresentadas no Fica Animado, destinado ao público infantil. São eles: Le Petit Pousse, Os meninos verdes, Caminho dos Gigantes, Moo Moo, El Columpio, Tik Tak, Antes que seja tarde, Los Rosales, Cloudy Goats, The Trees Thief , Insustentarte, Rei da Praia.

Em agosto

Foto: Assessoria da Seduce

Foto: Assessoria da Seduce

O Fica costuma acontecer no mês de junho, mas este ano a data foi alterada para evitar coincidir com grandes eventos como as Olimpíadas, no Rio de Janeiro, e o Campeonato Mundial Futsal Universitário, que será em Goiânia. Para o superintendente executivo de Cultura, Nasr Chaul, da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), a nova data permitirá mais tranquilidade para realizar as licitações e prazos internos e também gera mais economia por conta das passagens que devem ficar mais baratas após as Olimpíadas.