Dançar e passear pode nos proteger do Alzheimer

Dançar e passear pode nos proteger do Alzheimer

Considerando que a monotonia é o pior inimigo das nossas conexões cerebrais, para prevenir o Alzheimer é importante nos mantermos ativos, com atividades como dançar ou passear.
Dançar e passear pode nos proteger do Alzheimer

Segundo um trabalho publicado no Journal of Alzheimer’s Disease, qualquer atividade física que combine o exercício físico e o prazer vai conseguir que nosso cérebro seja mais resistente diante de doenças neurodegenerativas.

Assim, tarefas como cuidar de nosso jardim ou do campo, sair para dançar e passear, andar de bicicleta ou praticar qualquer atividade que alegre nosso coração e nos ponha em movimento pode diminuir em até 50% o risco de desenvolver o Alzheimer no futuro.