Avaliação psicológica em casos de Readaptações e Licenças

Passo a passo

  1. Verificar se patologia determinante para que servidor solicite readaptação ou licença esteja relacionada no grupo F do CID-10 – Classificação Internacional de Doenças.
  2. Agendar atendimento psicológico de servidores que pertençam a esse quadro.
  3. Receber o servidor no consultório no horário agendado com cordialidade e profissionalismo.
  4. Durante atendimento, é utilizado como metodologia, aplicação de questionários para identificação da Síndrome de Burnout e sintomas depressivos além de entrevista contextualizada com finalidade de verificar disposição, anseio e pretensão do servidor com a continuidade da sua carreira. Ao final do atendimento deve-se orientar o servidor a buscar acompanhamento psicológico caso este trabalho não seja realizado, e também outros tratamentos (psiquiátrico, neurológico, outros) quando percebido necessidade.
  5. Discutir caso junto à equipe médica, visando estabelecer prazo de readaptação ou licença mais adequado.
  6. Anexar Relatório Psicológico no prontuário do servidor e termo de compromisso assinado no processo.
  7. Encaminhar processo e prontuário para Apoio Técnico para que seja homologado.
  8. Catalogar dados coletados e colocá-los em gráficos.
  9. Arquivar demais documentos referentes ao atendimento psicológico por no mínimo cinco anos.